O prometido é devido e cá estou eu para ser açoitado pelo públicozinho, fui ver as estatísticas e a coisa está feia. Será que é época de marisco e outras formas carnudas?

Derivado de um (ligeiro) problema de obstinação  (teimosia) que desenvolvi no ventre materno aqui vou eu rampa abaixo, tal qual, Calvin no seu carrinho de rolamentos hipersónico!

Neste momento somos três a sustentar as audiências, a saber:

Eu, Master Escriba!

Carabineiro, nome sugestivo capaz de fazer salivar qualquer amante destas criaturas apetitosas, melhor seria” A Carabineira”, aí entrava numa volúpia de tratar a bicha com delicadeza e degustar cada lasca com a devida veneração.

A Fã? Desta criatura não tenho confirmação. Sinto uma vibração cibernética! És tu querida? Será a minha cibernética gémea? Give me a sign! Please!

A coisa há-de compor-se!!!

O tema do dia tem por intenção separar o Homem (mulher, repararam na marotice da letra minúscula? Nada melhor para animar um blog moribundo que uma guerra de sexos, please!) do resto dos seres rastejantes deste planeta.

Saber se o estimado leitor é Homem (mulher) de Bifanas e Minis?

Porquê?

Porque também podemos ser do género:

Carabineiros grelhados regados com Krüg de ano inolvidável?

Sardinha assada e sangria?

Cherne no forno e um Tiara Branco de 2007?

Torresmos e um copo de vinho carrascão?

Do que são feitos os estimados leitores?

Hã?

Moi-même revela a sua essência, moi-même é um Vintage, isto é, Galáxias alimadas com Tinto Big Bang de 00!

P.S. A Wikipédia ajuda o neurónio duvidoso a ficar radioso:

“Resiliência é um conceito oriundo da física, que se refere à propriedade de que são dotados alguns materiais, de acumular energia quando exigidos ou submetidos a stress sem ocorrer ruptura. Após a tensão cessar poderá ou não haver uma deformação residual causada pela histerese do material – como um elástico ou uma vara de salto em altura, que verga-se até um certo limite sem se quebrar e depois retorna à forma original dissipando a energia acumulada e lançando o atleta para o alto.”

Lindo! Também quero! Ser lançado para o alto e trazer um pedaço da Lua! 1, 2, 3 … fogo!