Não existem, mas deviam existir. Já há alguns sítios onde o seu uso é proibido, mas eu refiro-me não sou à sua proibição, mas sim, ao seu uso no dia a dia, onde não é proibido o seu uso.

Por exemplo estamos a conversar com alguém e dantes o telemóvel tocava a pessoa falava e continuava-se a conversa, mas agora não, com tanta mensagem e mail, as pessoas estão constantemente a olhar para o objecto, se algo chegar de repente têm que saber logo, não podem perder pitada, parece que está ali um 3º elemento com o qual temos que dividir a atenção do nosso interlecutor … é muito irritante na minha opinião. O objecto vai para todo o lado para o WC, para a mesinha de cabeceira, para o jantar especial ou nem tanto, valha-nos os sitios onde não há rede, se bem que nestes casos a pessoa vai ficar irritada e começar a praguejar mais vale os sitios com rede …

Atenção eu não sou contra as novas tecnologias, bem pelo contrário adoro, não consigo sair para a rua sem o meu telemóvel, detesto estar sem internet ou mail, mas tento respeitar as outras pessoas não estando sempre a olhar para a coisa.

Conheço pessoas que juravam a pés juntos que nunca iriam ter o tal objecto e agora o objecto que nunca iriam ter está sempre a apitar, claro que podemos mudar e evoluir, se calhar devíamos era utilizar mais o  ditado – “Nunca digas nunca” …

Que tal quando estamos com alguém focar a nossa atenção nessa pessoa e não nos quinhentos contactos que temos no objecto vibrante e barulhento?

Uma boa prática para este fim de semana …

Bom fim de semana!