“O treinador do Benfica revelou ontem, em ‘Conversa Indiscreta’, com Alexandra Lencastre (TVI 24), que se cruzou uma vez no elevador com o vizinho José Sócrates e que desejaram boa sorte um ao outro.”

Há pouco encontrei esta notícia num jornal nacional.

O novo canal da TVI começa muito bem e, pelo destaque dado, parece que a coisa mais interessante que o treinador do glorioso disse ao longo do programa, apresentado pela enche-capas do Jet 7, foi o supracitado (é uma palavra muito fina para o blogue, mas quis homenagear alguém que gosta muito deste tipo de linguagem e é uma fiela leitora do blogue).

É bonito ver que as pessoas se querem bem e não dizerm aos outros coisas como “Desejo-te muito azar”, “Quero que escorregues numa casca de banana e partas o cocix”, “Merecias é apanhar um comichão tão grande que ficavas sem unhas de tanto coçar” (podia continuar, mas acho que já chega).

Num momento de crise tão grande, é de facto comovente (até para mim) ver que as pessoas, em especial os vizinhos, não deixam de apoiar o mais próximo, ainda mais quando sabemos que passam dificuldades, o que é o caso destes vizinhos: Um está desgovernado e outro ainda não percebeu como é que se põe uma equipa de gente rica a jogar alguma coisa de jeito.

Logo, quando me cruzar com um dos meus vizinhos, também vou ver se digo alguma coisa de positivo. Só tenho receio que ele fique desconfiado que eu tenha visto o programa da TVI 24.