O título deste post é o título de uma notícia que cita um ex-ministro da Educação.

Segundo o dito e erudito senhor, há muitas questões que ainda não estão resolvidas no universo da educação e que, por isso, há que conversar mais sobre esses assuntos.

Conversar mais?!

Não conheço mais nenhuma actividade profissional onde se converse tanto, onde hajam tantas reuniões, colóquios, congressos, artigos de opinião, noticias em toda a comunicação social, já para não falar no número de sindicados, plenários e um universo jurídico de leis, decretos-leis, portarias, regulamentos, etc, etc, etc, etc.

Com um novelo tão cheio de nós é natural que ninguém se atenda.

O que dá vontade de perguntar é : Será que já experimentaram conversar menos?