Hoje ao conversar com uma senhora que tem os seus filhos no mesmo infantário do ginásio que eu, perguntei-lhe o que ela achava da nova senhora que toma conta das crianças, que é completamente diferente da anterior, como alguém disse “a outra era educadora de infância e esta é uma educadora infantil, com perfil para tomar conta de crianças de 20 anos”; ao que ela respondeu no seu brasileiro “Podia ser pior”

É bem verdade podemos sempre ver as coisas dos dois lados, pode ser melhor ou pode ser pior. Se calhar é mais fácil encarar as coisas desta forma …

Eu por mim neste caso preferia que fosse melhor e que funcionasse mais as qualidades do trabalhador em vez das cunhas ou do aspecto físico.

Estava a ver se encontrava uma aliada para reforçar a minha ideia de que a senhora actual não era grande coisa mas parece que não encontrei.

E depois lá insisti que a outra era muito mais cuidadosa que via as fraldas e ela lá concordou que realmente sempre que ela muda a fralda o trabalho fica muito mal feito … mas pronto … podia ser pior …

Eu não me consigo conformar com esta maneira de ver as coisas, mas se calhar é melhor assim para não se arranjarem conflitos.