Perdi o meu companheiro de sono e das horas más

Nem dei por isso

Não fiquei nada aflito

Ainda não conheço o sentimento de perder algo

Eu não conheço mas a minha Mãe conhece

E ainda conhece melhor as noites mal dormidas por minha causa

Por isso ficou aflita

O meu Pai diz que não havia necessidade…

Quando cheguei a casa comecei logo a chamar … “Bebé, bebé, …”

E ele nada, e a minha Mãe não me dava o Bebé como de costume …

Está-se a passar algo … tenho que gritar mais alto para ver se ele me ouve

BEBÉ, BEBÉ, BEBÉ

A minha Mãe dizia que eu o tinha perdido na rua …

Mas eu sei lá o que é isso …

Por sorte os meus Pais puderam resolver esta minha perda

Que descanso é ter uns Pais assim

Depois do meu banho lá apareceu ele

Mais limpinho e fofinho, mas vestido com a mesma roupa de sempre

Por onde terá andado o maroto?

Já devia saber que me faz falta, ele e a minha chupeta

Agora posso dormir descansado

Ainda não aprendi a lição, porque sou pequeno, mas não posso demorar muito …

Este amigo é substituível outros não o vão ser.