Gnochi, ravioli, morcela com puré de maçã, do melhor que comi nos últimos anos, penso que foi isto que escutei.

 

O vinho branco, porque foi essa a escolha, ajudou. Casa ferreirinha do Douro, herdade esporão do Alentejo e gradjo do Douro… Ficou prometido um peixe no forno que espero engolir com prazer. Eu trato do vinho e tu cozinhas. O pai dele que apanhe o peixe!

 

O queijo azul era duro mas há quem o coma com se fosse queijo brando!!! Ele há campeões em tudo na vida, só os temos que descobrir.

 

Amanhã é dia de aulas “Ó BOA!!!” alguém gritou à tipa feia que vestia de verde… os clássicos russos acompanham-nos sempre ainda que o socialista não se sente à mesa… Genial o Gogól que escreveu as almas mortas… todos deviam ler uma obra que leva lado nenhum. Talvez o Kafka ajude com a sua metamorfose… insiste no Gabriel Garcia Marquez mas este escreve de amor… não está mal mas as putas serão sempre tristes e para saber isso não necessito de um nobel! Inveja é o que sinto… Idiota!

 

Conto:

“Ó doutor, gostava que me desse um medicamento para tornar o meu marido forte como um touro disse a paciente ao médico. Dispa-se minha cara senhora, respondeu o douto homem. Para quê perguntou a bela madame. Porque do resto não sei mas podemos começar por lhe dar um lindo par de cornos, respondeu!”

 

Viva a loucura que me permite dizer que não é justo que trajando mais de 10.000 € me cruze com pobres que não quero que existam! Não tomámos café esta noite! No norte há quem tome pingos!

 

Não sei se sou ou se finjo ser louco mas amo a minha mulher e o meu filho! E amanhã quando estiver sóbrio e diante de uma plateia de subalternos esta será para mim uma verdade universal!

 

Alguém me disse que tu apareceste e não me disseste nada, parece-te justo? “Nã…”. Aí se soubesses como te quero e o que gosto de ti Camões… não é amor, é amizade, é vontade de te conhecer melhor! Perde o medo e vem ter comigo… estou à espera que me digas algo! Estou à espera que me inspires! Quero a tua confiança e que deixes a vida correr livremente ao sabor do que se sente…

 

Loucura e insanidades expostas…. Quinta da Bela Vista! Um quer a Madona o outro a Demi Moore… há quem se satisfaça a montar a égua que esteve entre as pernas da Bo Derek naquela que foi a mais bela das cavalgadas à beira mar de acordo com quem gosta de filmes… podeis repetir aqueles que me aconselhastes a ver? Provavelmente nunca o farei… a maior obra do cinema foi sobre o “men on the moon”. Perceberam? Provavelmente não… é pena! Frases sem sentido, sentenças sem qualquer lógica.

 

Pensei a noite a pensar em ti Camões… e só tu vais perceber o que quero dizer com isto! Quando leres esta merda dá-me um sinal! Gostava que fosse hoje…

 

Não tenhais duvidas… vamos escrever um livro que vai ser um sucesso… sabeis porque o sei. Nada derrota os pensadores livres, nada castra a liberdade e…

 

Como vos havia dito escrevi!

 

Sã loucura aquela que me permite viver aventuras quando acompanhado de amigos. Que feliz sou por ter uma âncora em casa que evita que seja arrastado para o buraco da loucura.  

 

Nem o Pablo pintou com eu escrevo, escreva eu o que escrever!