No último Benfica – Fc Porto, que tive o grato prazer de não ver, um diabo vermelho resolveu dar um mimo ao fiscal de linha que estava à sua frente. Numa época e sociedade onde a frieza e a impessoalidade é quem mais ordena, um acto afectivo deve ser registado e até mostrado (não é preciso pedir. A TV fá-lo até à exaustão), para que as crianças aprendam que deve existir ternuta e afecto, mesmo que as pessoas não se conheçam e mesmo que as pessoas em causa sejam do mesmo sexo. Afinal de contas, esta é uma era onde não importa se as relações afectivas e sexuais são entre pessoas de sexos opostos. O que é importante, verdadeiramente importante, é que exista afecto entre dois seres. (Nota do escriba: eu sou do tempo em que as coisas não eram assim e ainda bem!). Actualmente não há jornal nem revista que se preze que não traga qualquer apontamento de reportagem ou nota de rodapé sobre esse tipo de coisas. Novos tempos e novas gentes!

Por isso, não posso deixar de ficar chocado quando na imprensa se fala em agressão de um adepto em relação ao fiscal de linha (arbitro assistente, para os mais modernos). Para mim, o que a repetição mostra é que um adepto quis saltar para a espinha do fiscal de linha e este surpreendido que ficou fugiu para dentro de campo. Isso é agressão? Não, nunca! Agressão seria o adepto fazer uma entrada de carrinho (uma entrada à Binya, por exemplo) e fracturar a perna do homem da bandeira (uma redundância linguistica: uma entrada à Binya é por si só meio caminho andado para uma fractura do opositor). Sugerir uma agressão ainda é mais chocante, quando o homem-da-linha carrega na sua mão um pau (e um pano) durante mais de 90 minutos, numa clara provocação sexual para quem seja mais sensível (foi o que me disse alguém que diz-se sensivel).

Pobre diabo vermelho que não resistiu a tanta provocação. Nesta hora de natural dor, a familia Benfiquista não deve virar as costas a um seu semelhante, que teve um momento de fraqueza… até porque como já se viu virar as costas a este pobre diabo pode ser muito perigoso…